Minhoca de Metal. Mobgrafia sobre a realidade dos usuários dos trens urbanos do Rio de janeiro

"My brother, a ideia lá, corria solta, subia a manga, amarrotada social. No calor alumínio, não tinha caneta, nem papel, e uma ideia fugia, Era o rodo cotidiano.

Espaço é curto, quase um curral. Da mochila amassada, uma quentinha abafada. Meu (troco é pouco) se é, (É quase nada).

Não se anda, por onde encosta, mas por aqui não tem jeito, todo mundo se encosta. Ela some é lá no ralo (De gente), ela é linda, mas não tem nome, é comum e é normal.

Sou mais um no Brasil da Central, da minhoca de metal, que corta as ruas, da minhoca de metal que toca as ruas. Como um Concorde apressado, cheio de força, que voa, voa pesado que o ar. E o avião, o avião, o avião, o avião do trabalhador." - O Rappa

Veja todas as fotos no link https://www.moskow.com.br/minhoca-de-metal

©1998-2020 Moskow Fotografia . CNPJ 24.256.531/0001-08 . Rio de Janeiro/ RJ

Entregas estimadas em até 45 dias após a confirmação de pagamento do bem adquirido neste site